Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
26/09/17 às 13h26 - Atualizado em 11/12/17 às 18h06

Infraestrutura na Praia Norte ficará pronta até o segundo semestre de 2018

COMPARTILHAR

Governador Rodrigo Rollemberg assinou ordem de serviço simbólica neste domingo (24). Os trabalhos começaram em agosto

 

Iniciadas em agosto, as obras de infraestrutura e urbanização da Praia Norte, no Setor de Mansões do Lago Norte, devem ficar prontas no segundo semestre de 2018.

 

260917

Governador Rodrigo Rollemberg assinou ordem de serviço simbólica neste domingo (24). Foto: Toninho Tavares/Agência Brasília

 

Na estrutura, estão previstos:

 

– Estacionamento

– Ciclovia

– Passeios

– Deck com madeira plástica

– Três quiosques de alimentação

– Dois quiosques para banheiros

– Quiosque para o Corpo de Bombeiros Militar do DF

– Parque de diversões

– Pergolados

– Academia inteligente

– Academia de ginástica para a terceira idade

– Quadras de esportes

Reestruturação da previdência do DF e lançamento do Bilhete Único

 

A votação do Projeto de Lei Complementar nº 122, de 2017, na Câmara Legislativa foi um dos assuntos abordados pelo governador nesta manhã. A expectativa dele é positiva, visto que a reestruturação da previdência será benéfica para todo o DF.

 

“Ao aprovar esse projeto, vamos ter condições de afastar esse fantasma do parcelamento de salários para servidores e funcionários; vamos conseguir pagar as horas extras atrasadas da Saúde até o fim do ano; vamos garantir em janeiro a antecipação de férias para a Educação; e poder pagar às empresas terceirizadas em dia”, enumerou. Com isso, ele espera também estimular o desenvolvimento da economia do DF.

 

O texto proposto pelo Executivo local sugere a criação de uma previdência complementar para novos servidores públicos, além de reunir em um só fundo de pagamento as aposentadorias de todos os servidores.

 

Ele também comemorou o lançamento do Bilhete Único e da recarga dos cartões pela internet nessa semana. “Isso vai significar uma economia enorme diretamente no bolso do cidadão”, disse. Com o bilhete, pode-se pegar até três trajetos de diferentes preços, e será cobrada a quantia máxima de R$ 5.

 

EDIÇÃO: PAULA OLIVEIRA